Financiamento Minha Casa Minha Vida – Guia Passo a Passo

financiamento minha casa minha vida

Vale a pena compartilhar!

O financiamento Minha Casa Minha Vida foi feito para quem busca um imóvel para chamar de seu está sempre de olho nas oportunidades de negócio. Cada vez mais casais estão realizando seu sonho por meio dele.

O programa oferece planos de financiamento conforme a renda familiar. Isso permite que famílias de baixa renda consigam finalmente sair do aluguel e ter um cantinho para chamar e seu.

Se você tem interesse em investir no financiamento Minha Casa Minha Vida, continue comigo e confira agora todas as etapas e funcionamento do cadastro.

Etapas do cadastro de Financiamento Minha Casa Minha Vida

O cadastro no financiamento Programa Minha Casa Minha Vida é crucial para dar início ao processo seletivo de inúmeras famílias brasileiras.

Se você deseja aproveitar o empréstimo para comprar um imóvel, deve fazer a inscrição no local indicado e atender aos requisitos exigidos pelos agentes.

Finances and budgeting, businessman stacking coins
O Banco do Brasil e a Caixa são responsáveis pelo financiamento MCMV

Atualmente, o crédito para pagamento do imóvel pode ser obtido no Banco do Brasil ou na Caixa Econômica Federal. Veja abaixo as etapas que sucedem o cadastro Minha Casa Minha Vida:

  1. Cadastro: etapa realizada na agência da Caixa ou na empresa construtora.
  2. Análise: feita por um dos bancos.
  3. Seleção: segue os critérios que vou explicar adiante.
  4. Aprovação do financiamento: último momento antes da entrega das chaves.

Cabe destacar que nem todas as cidades são parceiras do programa Minha Casa Minha Vida. Pois, somente municípios com mais de 50 mil habitantes podem participar.

Para saber se a cidade onde sua família reside está na lista, procure um representante da Prefeitura local e tire suas dúvidas.

Onde é feito o cadastro?

O cadastro no Programa Minha Casa Minha Vida só pode ser feito por maiores de 18 anos ou indivíduos emancipados. Quem possui outro imóvel ou o nome sujo não pode participar.

O processo pode ser feito pela internet ou junto às Prefeituras Municipais, Secretarias de Habitação, Entidades Organizadoras ou Associações Comunitárias.

Antes de tudo, o local de cadastro pode variar de acordo com a faixa de renda do participante e tipo de financiamento escolhido. Assim, vejamos abaixo como funciona para cada caso:

Financiamento de habitação em área urbana

Famílias do grupo 1 (renda mensal de até R$ 1.800,00) e grupo 1,5 (renda mensal de até 2.600,00) devem fazer o cadastro na Prefeitura ou Entidade Social. Famílias do grupo 2 (renda mensal de até 4.000,00) grupo 3 (renda mensal de até R$7.000,00)  podem optar entre cadastro individual ou em entidade organizadora.

Financiamento de habitação em área rural

O Minha Casa Minha Vida Habitação Rural é destinado a agricultores familiares e trabalhadores rurais. Sendo que a renda bruta anual é classificada em três categorias:

  • 1º Grupo: famílias com renda anual de até R$17.000,00.
  • 2º Grupo: famílias com renda anual entre R$ 17.000,01 a R$ 33.000,00.
  • 3º Grupo: famílias com renda anual entre R$ 33.000,01 a R$ 78.000,00.

Como é feita a seleção e aprovação do cadastro?

Com os cadastros em mãos, cabe ao Poder Público indicar e selecionar quais serão as próximas famílias beneficiárias do financiamento pelo Programa Minha Casa Minha Vida.

A lista selecionada deve ser elaborada conforme critérios definidos na Portaria nº 412 do Ministério das Cidades. Essa Portaria, de 06 de agosto de 2015, define o Manual de Instruções para seleção dos beneficiários do Minha Casa Minha Vida.

Dessa forma, no documento é possível encontrar os grupos de famílias e pessoas que têm prioridade durante o processo seletivo.

Financiamento Minha Casa Minha Vida: documentos necessários

Se estiver interessado no financiamento pelo Programa Minha Casa Minha Vida, deve entregar os seguintes documentos para o cadastro:

  • Carteira de identidade com foto.
  • Cadastro de pessoa física (CPF).
  • Comprovante de renda dos últimos 6 meses.
  • Carteira de trabalho.
  • Declaração de Imposto de Renda.
  • Comprovante de estado civil.
  • Cópia da CLT.

Os profissionais autônomos ou liberais podem comprovar a renda através de seus extratos bancários. A declaração do último imposto de renda também serve nestes casos.

Se for selecionado para o programa, a Caixa Econômica lhe enviará um convite para uma reunião onde serão informadas as datas e pré-requisitos para dar início ao processo de financiamento.

Tem com você os comprovantes de renda no momento do cadastro
Tem com você os comprovantes de renda no momento do cadastro

Nessa etapa, você deverá entregar também os seguintes documentos:

  • Cadastro Habitacional.
  • Ficha de cadastro.
  • Carteira de trabalho.
  • Extrato do FGTS atualizado.
  • Comprovante de despesas (água, luz, aluguel, entre outros).

Após aprovação de toda a documentação, sua família já pode assinar o contrato e fazer a mudança para o imóvel no mesmo mês.

O pagamento do bem financiado poderá ser feito em prestações por um período de até 360 meses, sendo que a primeira prestação deverá ser quitada em até 30 dias após assinatura do contrato.

Agora que você já sabe mais sobre o financiamento Minha Casa Minha Vida, faça com que mais pessoas saibam. Compartilhe em suas redes sociais!

Vale a pena compartilhar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para o topo